RP: “Hey, we get no respect!” :)

Depois de termos ficado a saber que as RP são a segunda profissão na lista que reúne as mais stressantes, o PR Daily publica agora uma lista de 10 razões que explicam por que  motivo ser um profissional das RP  é um dos trabalhos mais difíceis que se pode ter. Uma sugestão de Andrew Worob em contagem decrescente!

10. Cliente exigentes. Querem sempre mais resultados.

9. Chefes exigentes. Ver acima.

8. Reunites, chamada em conferência, reunites, chamadas em conferência. Todos os dias são preenchidos desta forma. Como é que o trabalho aparece feito?

7. Dificuldade na gestão de tempo. Não interessa quantos clientes se tem, o trabalho tem de ser feito.

6. Obter o aumento desejado não é tarefa fácil. Economia à parte,  é suficientemente difícil apresentar o valor dos resultados que alcançámos para os clientes, então como o fazer para nós próprios nas revisões anuais?

5. Aparecimento diário de novas ferramentas. Exige uma constante necessidade em estar ao corrente das novas ferramentas disponíveis, bem como uma necessidade de estar bem preparado para oferecer aconselhamento sobre cada uma delas.

4. Nada é mais difícil do que assegurar um elevado nível de informação  à imprensa. Mesmo quando se envia  informação útil de forma atempada, os jornalistas ainda reclamam por causa dos emails e chamadas que recebem.

3. Nada é mais difícil do que garantir uma entrevista. Existem menos meios de comunicação social e os jornalistas saem cada vez menos da sua secretária.

2. Está-se sempre de piquete. Não existe um horário de trabalho tradicional. Verifiquem-se os emails dos profissionais de RP e de certeza que se encontram conversações nas mais variadas horas.

E a razão número um que justifica que ser profissional das RP é um dos trabalhos mais difíceis que se pode ter…

Usando uma citação de  Rodney Dangerfield: Hey, we get no respect
(esta não traduzi de propósito!). Quer se trate de lutar por mais orçamento de clientes ou para nos defendermos das acções das agências e profissionais de RP anti-éticos, estamos sempre a travar  uma batalha difícil contra os outros

Andrew Worob é digital communications manager na Finn Partners/Ruder Finn. É bloguer na  PR at Sunrise, onde está disponível uma versão desta história.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: