Conferências de imprensa: sim ou não?

Fazer ou não conferências de imprensa: eis a  questão.

Um assunto que é abordado aqui (a propósito do mais recente escândalo que envolveu Anthony Weiner nas redes sociais) e que também em Portugal foi debatido a propósito das “conferências de imprensa” convocadas por José Sócrates nas quais não havia direito a perguntas por parte dos jornalistas.

Na minha visão, as conferências de imprensa devem ser convocadas quando há algo importante a comunicar, a divulgar, esclarecimentos a prestar. Convocar uma conferência de imprensa hoje em dia, tendo em conta a realidade das redacções, desprovidas de jornalistas, para comunicar aquilo que se pensa ser o “supra sumo da batata”, não reflecte uma boa estratégia de comunicação.

E não é a primeira vez que vejo, por exemplo, imagens televisivas de uma qualquer conferência de imprensa de um grande clube de futebol onde se podem contar, no máximo, três a quatro jornalistas. É tempo “perdido”.

Chamar conferência de imprensa quando se quer fazer apenas um comunicado não é, quanto a mim, a melhor estratégia de comunicação. As RP têm ao seu dispor outras ferramentas de comunicação que farão com que a mensagem a divulgar tenha um maior impacte, de forma efectiva e que cumpra os objectivos pretendidos.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: