Inovação tecnológica e marketing cativam música clássica

À primeira vista pode não parecer interessante. Já há muito que a tecnologia chegou à música. Já há muito que existem, por exemplo, violinos electrónicos (um dos meus grandes sonhos que um dia… concretizarei!).

Mas foi com particular interesse que li a notícia da Lusa publicada no i, com o título “YouTube abriu inscrições para segunda orquestra sinfónica”. De imediato abri o YouTube e procurei o anúncio. E.. confirma-se (nada como ir directamente à fonte para ler em primeira mão o anúncio…).

Dei por mim a pensar: “Bem, realmente devo estar velha. Na minha altura não havia nada disto. Eu ainda sou do tempo em que as audições para integrar uma orquestra sinfónica eram feitas com ‘pompa e circunstância’, em auditórios gigantescos, em que eu, miúda, me sentia anulada perante tanta imponência, frente a um júri geralmente constituído por três ‘especialistas’ de respeito, e saía de lá sempre com a sensação de que não tocava… arranhava.”

Mas hoje… Hoje é possível prestar provas em vídeo para integrar uma orquestra sinfónica. Claro que não estamos a falar numa Orquestra Metropolitana, ou do Norte, ou Nacional, mas quem me diz que no futuro esta ferramenta não será utilizada com o mesmo fim?!

Participar… é fácil. Basta gravar em vídeo, carregar no Youtube e os candidatos serão alvo de uma votação online. Depois da primeira edição, em 2009, em que foram recebidas cerca de 3.000 candidaturas de todo o mundo, tendo acabado por recrutar 94 músicos de mais de 30 países (um dos quais o violinista português Tiago Santos), segue-se então o projecto da Orquestra Sinfónica YouTube 2011 para o qual são estimadas à volta de 10.000 candidaturas.

Mas, mais ainda, o interesse não se limita apenas a quem toca música clássica e estende-se também a pessoas que possam tocar qualquer tipo de instrumento.

Ed Sanders, director de marketing do YouTube, declarou na entrevista que “esta é uma forma mágica de ligar e inspirar pessoas”, tendo ajudado “a desafiar as normas de uma indústria”. E, de facto, tenho de lhe tirar o chapéu.

É por estas e por outras, que um destes dias me volto a dedicar à música🙂

P.S.: Já abri a caixa do violino. Ainda está inteiro, agora está afinado e… já arranhei um bocadinho pelos bons velhos tempos🙂

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: