Viva a doença mental!

Hoje, de entre todas as notícias da Saúde, escolho um tema que me é muito querido: a saúde mental.

Quando saí do jornalismo para começar o percurso na área da consultoria da comunicação, o primeiro trabalho que tive entre mãos foi o lançamento de um livro de poesia escrito por doentes bipolares, realizado pela Associação de Apoio aos Doentes Bipolares (ADEB). Lembro-me perfeitamente que, pela primeira vez, me deparei com o desconhecido: os doentes bipolares e a sua realidade.

Ainda nesta parceria com a ADEB, e numa altura em que ainda não se ouvia falar de doença bipolar, desenvolvi uma campanha de sensibilização para a doença bipolar, publicada na imprensa, com excelentes resultados. O objectivo era reduzir o estigma a que os doentes mentais são sujeitos, aumentar a tolerância para com o doente bipolar, mostrar que atrás da doença existe um ser humano capaz de aprender,  trabalhar, de se integrar na sociedade.

Foram várias as caras conhecidas do grande público que participaram activamente nesta campanha. Marcelo Rebelo de Sousa, Eduardo Prado Coelho (entretanto falecido) , Rita Ferro Rodrigues, Judite de Sousa, Júlio Magalhães, Rodrigo Guedes de Carvalho, Júlia Pinheiro, Miguel Paes do Amaral, Francisco Louçã, Felipe La Feria, foram algumas das personalidades que durante um deram a cara por esta campanha com excelentes resultados.

Mas, para mim, este trabalho teve um significado muito especial. Senti-me privilegiada por sentir que o trabalho que desenvolvi ajudou muitos doentes a ultrapassar o estigma e a vergonha a que eram submetidos no trabalho, em casa, no meio social. Convivi com eles, compreendendo os seus receios, vendo através dos seus olhos uma sociedade que quase pretende chegar ao extremo do “Admirável Mundo Novo” de Aldous Haxley, que afasta qualquer desvio da normalidade.

Conheci pessoas que morreram por não conseguirem compreender a sua doença, por não a aceitarem. Conheci pessoas que diariamente lutam por uma sanidade  possível e que, com muita lucidez,  (mais do que muitos outros) se agarram aos seus objectivos e lutam por eles. Conheci amigos e familiares famintos de informação, de ajuda, de uma palavra amiga.

A doença bipolar não tem cura… Mas tem tratamento que permite que os doentes sejam activos e perfeitamente capazes de uma vida integrada numa sociedade que olha para eles com desconfiança, com medo.

Tive também o privilégio de conhecer pessoas com esquizofrenia, com depressão, doenças mentais que também afectam socialmente aqueles que delas padecem.

E digo-vos… foi um prazer. Uma lição de vida. Um privilégio. E hoje, prestes a celebrar o Dia Mundial da Saúde Mental, mesmo reconhecendo que é uma luta árdua, qual luta de D. Quixote, tenho saudades das pessoas que sofrem de uma doença mental e da sua sanidade.

E, a título de exemplo… Vejam a lista de personalidades que sofrem (ou sofreram) de doença bipolar e que são lembrados pelos seus feitos e não pela sua doença. Vale a pena pensar nisto.

Abraham Lincoln, Presidente dos Estados Unidos
Agatha Christie, escritora
Amy Lee (cantora dos Evanescence), compositora e pianista
Axl Rose, músico (vocalista do Guns n’ Roses)
Brian Wilson, músico (Beach Boys), compositor
Britney Spears , cantora
Buzz Aldrin, astronauta
Cary Grant, ator
Carrie Fisher, escritor, actor
Cássia Kiss, actriz
Cazuza, compositor, cantor
Celina Borges, cantora (musicas católica)
Charles Chaplin, actor, director, roteirista (cinema)
Charles Dickens, escritor
Dimitri Mihalas, cientista
Edgar Allan Poe, autor
Elvis Presley ,cantor, compositor
Elizabeth Taylor atris,cinema
Emile Zola, escritor
Ernest Hemingway, escritor
F. Scott Fitzgerald, escritor
Fernado Pessoa , poeta , escritor
Francis Ford Coppola, director
Georgia O’Keeffe, artista
Gia Marie Garangi, supermodel GIA
Graham Greene, escritor
Gordon Summer (Sting), músico, compositor
Hans Christian Andersen, escritor
Honore de Balzac, escritor
Isaac Newton, cientista
Janis Joplen , cantora
Jean-Claude Van Damme, atleta (artes marciais), actor
Jim Carrey, actor
Jimmi Hendrix, cantor
Kay Redfield Jamison, psicóloga, escritora
Kurt Cobain ( ex- vocalista do Nivarna)
Larry Flynt, editor de revistas
Leon Tolstoy, escritor
Linda Carroll Hamilton, actriz
Liz Taylor, actriz
Marilyn Monroe, actriz
Mark Twain, autor
Mel Gibson, actor
Michelangelo, artista
Napoleão Bonaparte, general
Peter Tchaikovsky, compositor
Phil Graham, dono do jornal Washington Post
Platão, filósofo, de acordo com Aristóteles
Rita Lee, cantora
Robert Boorstin, escritor, assistente especial do Pres. Clinton, Depto. de Estado EUA
Robin Williams , actor
Sigmund Freud, médico
Tennessee Williams, escritor
Ulisses Guimarães , político
Victor Hugo, poeta
Vincent van Gogh, pintor
Virginia Woolf, escritora
Vivien Leigh, actriz ( E o vento levou)
Winston Churchill, Primeiro Ministro Britânico
Wolfgang Amadeus Mozart, compositor
E muitos outros….

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: